Paraná, | Visitantes: 4212285 | Visitantes On-line: 33 | Home | Contato
NOTÍCIAS | ESPAÇO CULTURAL | TV SINJUTRA | CARREIRA | CONVÊNIOS | PERMUTAS | LUTAFENAJUFE | CONTAS | FÓRUM | FOTOS | CARTILHA DA GREVE
   
 
 

"Sinjutra Pratica Responsabilidade Social e Sustentabilidade"
 

   
» 2003 - 12 - 10

ATA DA ASSEMBLÉIA DE 10-12-2003 DO SINJUTRA

Aberta a Assembléia em 10-12-2003 às 19h44min, com a presença de sindicalizados, conforme lista assinada de presença anexa, sendo composta a Mesa para os trabalhos com o servidor aposentado e coordenador do Sinjutra Francisco Donizetti dos Santos como presidente e a coordenadora Adriane Ludke como Secretária. Foi apresentado pelo servidor sindicalizado José Carlos Padilha à mesa abaixo assinado com mais de 137 assinaturas de sindicalizados requerendo a inclusão na pauta dos pontos constantes no mesmo, em conformidade com o Art. 37, letra d. Padilha solicita que a composição da mesa seja votada pela assembléia de acordo com o disposto no Art. 38, § 1º, do estatuto da entidade. Diante da insistência do coordenador Francisco em presidir a mesa e para não se instalar um impasse o servidor Padilha abre mão de que a presidência da mesa seja votada pela assembléia, mas mantém a proposta em relação a secretaria dos trabalhos, indicando a servidora Ana Marcia Nogueira para o cargo. O coordenador Francisco Donizetti após verificar que não existe vedação estatutária encaminha a votação havendo duas candidaturas para secretariar a mesa, quais sejam Adriane Ludke indicada pelo coordenador Francisco e Ana Marcia Nogueira. A assembléia votou sendo o seguinte o resultado: Adriane: 28 votos e Ana Marcia: 33 votos. A mesa passa então a ser composta pelo coordenador Francisco, como presidente e por Ana Marcia, como Secretária. Trata-se na seqüência de apreciar o requerimento com mais de 137 assinaturas para inclusão de cinco pontos na pauta. A Plenária define que o tempo das falações na assembléia será de 5 (cinco) minutos. O 1º ponto tratado foi o esclarecimento do Sinjutra, através de sua direção quanto a não prestação de contas e inexistência de parecer do Conselho Fiscal. Tal esclarecimento foi feito pelo coordenador Francisco, dizendo que apenas os conselheiros Francisco Resende e Carlos Oziek procuraram ver as contas. Que o Conselho Fiscal não teve tempo para emitir parecer e pôde verificar apenas 4 ou 5 meses das contas, solicitando sem qualquer razão auditoria. A direção do Sinjutra foi surpreendida com tal atitude do Conselho e em assembléia tal proposta foi rejeitada. Que foi concedido novo prazo ao Conselho e este novamente não apresentou parecer e três de seus membros renunciaram. Que já não há mais conselho fiscal e que nesta assembléia deve-se decidir sobre a escolha de um conselho fiscal provisório. O 2º ponto de pauta tratado diz respeito às eleições e sua data. Inscrito o sindicalizado Almir Soares diz que não entende porque a atual direção do Sinjutra insiste em querer ficar no poder se não empreende as lutas pela categoria no que diz respeito aos atrasados que temos para receber, principalmente URV, e ao invés fica apenas tratando de política. Pede que a eleição seja marcada e que a duração do mandato seja até outubro/2005 como determina o Estatuto. Pede ainda auditoria para averiguação das contas do Sinjutra. Francisco esclarece que nos boletins tem esclarecido a questão da luta para que a categoria receba os atrasados da URV e que o sindicato está muito preocupado com tal assunto, sendo essa questão "a menina dos olhos" da direção do Sinjutra. Propõe que independentemente da data das eleições o mandato se estenda até outubro de 2005

 
   
 
Buscar
 
 
E-Mail:
Senha:
Lembrar Senha
 
 
 
 
E-mail:
Envie sua carta...
 
TV Sinjutra
Responsabilidade Social