Paraná, | Visitantes: 4529673 | Visitantes On-line: 18 | Home | Contato
NOTÍCIAS | ESPAÇO CULTURAL | TV SINJUTRA | CARREIRA | CONVÊNIOS | PERMUTAS | LUTAFENAJUFE | CONTAS | FÓRUM | FOTOS | CARTILHA DA GREVE
   
 
 

"Sinjutra Pratica Responsabilidade Social e Sustentabilidade"
 

   

» Seminário lança Frente em Defesa dos Bancos Públicos, com mais de 200 parlamentares


A pauta em defesa dos bancos públicos vem ganhando força no Congresso Nacional. Com mais de 200 assinaturas de parlamentares de 19 partidos diferentes, nesta quarta-feira (8), vai ser lançada a Frente Parlamentar Mista em Defesa dos Bancos Públicos, no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados.

Como um instrumento suprapartidário, a Frente tem o objetivo de analisar todos os projetos em tramitação nas duas casas legislativas e difundir a causa das instituições financeiras públicas para outras esferas. Além de ser espaço para a análise de todos os fatores que envolvem as ameaças de privatização, é um canal de diálogo amplo.

Integrante da Frente, o deputado André Figueiredo (PDT-CE) considera que o mecanismo legislativo cumpre papel fundamental no debate do parlamento com sociedade civil organizada sobre a defesa da soberania nacional e do patrimônio público.

“Vivemos um período de constantes ataques às instituições públicas que fazem parte da história do Brasil, cumprindo inclusive um importante papel social. Vamos batalhar contra a privatização e contra esse entreguismo que só prejudica a economia do país e refletirá diretamente no bolso do povo brasileiro”, avaliou Figueiredo.

Dentre outras instituições financeiras públicas, a Caixa Econômica Federal é responsável pela operação de uma das principais políticas públicas do país com financiamento habitacional do Minha Casa Minha Vida. São as quatro mil agências espalhadas por todo Brasil que realizam o atendimento à população, inclusive nas cidades mais longínquas. A empresa atua no investimento de infraestrutura básica proporcionando o desenvolvimento das cidades.

Diante da função social das empresas estatais, o deputado federal Tadeu Alencar (PSB-PE) ressalta que o papel da Frente é, portanto, estratégico na defesa dos bancos públicos, que têm um papel relevante no desenvolvimento do País.

“Estamos diante de um governo que, além de atrasado, obscurantista, tem uma pauta claramente agressiva com os assalariados e os mais pobres — como a reforma da Previdência proposta — e uma visão de um liberalismo selvagem que quer privatizar de maneira inconsequente o patrimônio nacional”, pontou.

Seminário “Bancos Públicos e Desenvolvimento”

Para enriquecer os debates, será realizado conjuntamente o Seminário “Bancos Públicos e Desenvolvimento” que reunirá especialistas em economia, também no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados.

Professores renomados como Luiz Gonzaga Belluzzo (Unicamp), que foi chefe da Assessoria Especial do Ministério da Fazenda, Paulo Fernando Cavalcanti Filho (UFPb) e Luiz Fernando de Paula (UFRJ) serão palestrantes.

Além de parlamentares, participarão representantes de movimentos sociais, de entidades ligadas a bancos públicos, centrais sindicais e universidades.

Frentes parlamentares

São associações de parlamentares de vários partidos que se unem para debater sobre determinado tema de interesse da sociedade. Para ser constituída a frente parlamentar deve registrar requerimento, contendo:

1) composição de pelo menos um terço de membros do Poder Legislativo;

2) indicação do nome da Frente Parlamentar; e

3) representante responsável por prestar as informações.


Fonte: Diap


08/05/2019
  
 
   
 
 
Análise PEC 6/2019 – Reforma da Previdência.
 
 
Buscar
 
 
E-Mail:
Senha:
Lembrar Senha
 
 
 
 
E-mail:
Envie sua carta...
 
TV Sinjutra
Responsabilidade Social